A pandemia de COVID-19 e as redes sociais

uma análise crítica acerca das violações aos direitos da criança e do adolescente

Autores

  • Bárbara Costa Leão Universidade Regional do Cariri
  • Sammira Melo de Oliveira Universidade Regional do Cariri
  • Sinhara Sthefani Diógenes Dantas Universidade Regional do Cariri

Palavras-chave:

Redes sociais, Pandemia, COVID-19, ECA, Crianças e adolescentes

Resumo

A pandemia de COVID-19 impôs a sociedade brasileira diversos desafios, para além da crise sanitária, pois a propagação rápida do vírus levou as autoridades a adotarem como medida de enfrentamento o isolamento social obrigatório. Esse mecanismo de combate expôs, de forma potencializada, crianças e adolescentes aos crimes virtuais, sobretudo, pelo uso exacerbado de redes sociais que propiciou um ambiente ideal para a disseminação de práticas ilícitas. Desse modo, o presente artigo objetivou compreender as razões sociojurídicas que levaram ao aumento de violações dos direitos infanto-juvenis nos meios digitais durante a pandemia. No tocante à metodologia, a pesquisa possui natureza essencialmente bibliográfica e documental, uma vez que é levada em estima a legislação pertinente ao tema, com abordagem qualitativa, visando os fenômenos analisados no vínculo entre o mundo objetivo e o subjetivo, os quais carecem de significado para além de números, apesar destes serem utilizados. 

Biografia do Autor

Bárbara Costa Leão, Universidade Regional do Cariri

Bacharelanda do curso de Direito da Universidade Regional do Cariri. Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/9484627069938115. E-mail: barbara.leao004@gmail.com.

Sammira Melo de Oliveira, Universidade Regional do Cariri

Bacharelanda do curso de Direito da Universidade Regional do Cariri. Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8177010615088369. E-mail: sammiramelo3@gmail.com.

Sinhara Sthefani Diógenes Dantas, Universidade Regional do Cariri

Bacharelanda do curso de Direito da Universidade Regional do Cariri. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisa em Direitos Humanos Fundamentais (GEDHUF). Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3694826686537845. E-mail: dantassinhara8@gmail.com.

Referências

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Promulgada em 5 de outubro de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm. Acesso em: 20 dez. 2022.

BRASIL. Lei nº 13.718, de 24 de setembro de 2018. Diário Oficial da União, Brasília, 25 set.2018. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2018/lei/L13718.htm. Acesso em: 8 dez. 2022.

BRASIL. Lei nº 13.185, de 6 de novembro de 2015. Institui o Programa de Combate à Intimidação Sistemática (Bullying). Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano CLII 213, p. 1, 9 nov. 2015. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato20152018/2015/Lei/L13185.htm. Acesso em: 9 dez. 2022.

BRASIL. Lei nº. 6.697, de 10 de outubro de 1979. Institui o Código de menores. Diário Oficial da União: República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 10 out. 1979. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/1970-1979/L6697.htm. Acesso em: 12 dez. 2022.

BRASIL. Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente, e dá outras providências. Diário Oficial da União, República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 16 jul. 1990. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm. Acesso em: 13 out. 2022.

BERNI, V. L.; ROSO, A. A adolescência na perspectiva da psicologia social crítica. Associação Brasileira de Psicologia Social, 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/j/psoc/a/vQrgynH9BHggw3M5kXnHjmm/?lang=pt&format=html. Acesso em: 25 out. 2022.

CARAMIGO, D. Estupro virtual: um crime real. 2016. Disponível em: https://canalcienciascriminais.jusbrasil.com.br/artigos/323390332/estupro-virtual-um-crime-real. Acesso em: 26 out. 2022.

CARVALHO, R. G. G. Isolamento social nas crianças: proposta de intervenção cognitivo-comportamental. Revista Ibero-americana de Educação, Portugal, v. 40, n. 3, p.1–12, out. de 2006. Disponível em: https://rieoei.org/RIE/article/view/2510. Acesso em: 25 nov. 2022.

CUCCI, F. A.; CUCCI, G. P. A Proteção Integral de Crianças e Adolescentes Como Dever Social da Família, da Sociedade e do Estado. Revista de Ciências Jurídicas: Londrina, v. 12, n. 2, p. 77–84, set. 2011. Disponível em: https://revistajuridicas.pgsskroton.com.br/article/download/910/871. Acesso em: 12 dez. 2022.

DESLANDES, S. F.; COUTINHO, T. O uso intensivo da internet por crianças e adolescentes no contexto da COVID-19 e os riscos para violências autoinfligidas. Ciência & Saúde Coletiva, v. 25, n. suppl 1, p. 2479–2486, 2020. Acesso em: 27 out. 2022.

ESPER, M. V. NOMOFOBIA, ADOLESCÊNCIA E DISTANCIAMENTO SOCIAL. Amazônica Revista de Psicopedagogia, Psicologia escolar e Educação, v. 13, n. 2, jul–dez, p. 394–413, 2021.

FERREIRA, M. S. A (In) eficácia da legislação brasileira no combate aos crimes virtuais e os seus impactos em decorrência da pandemia da Covid-19. Guanambi, 2022. 26 p. Disponível em: https://repositorio.animaeducacao.com.br/bitstream/ANIMA/32264/1/crimes%20cibern%C3%A9ticos%20-%20tcc%20II.pdf. Acesso em: 25 dez. 2022.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário brasileiro de segurança pública 2022. Ed. 16. São Paulo: FBSP, 2022. Disponível em: https://forumseguranca.org.br/wp-content/uploads/2022/06/anuario-2022.pdf?v=5. Acesso em: 21 nov. 2022.

FONTE, L. A influência das novas formas de comunicação no desenvolvimento socioemocional das crianças. 2008 Disponível em: https://www.psicologia.com.pt/artigos/textos/A0405. Acesso em: 27 out. 2022.

HINOUE, N. Em meio ao isolamento social, crimes virtuais contra menores de idade aumentam. UOL. 09 de abr. de 2021. Disponível em: https://cultura.uol.com.br/noticias/18629_em-meio-ao-isolamento-social-crimes-virtuais-contra-menores-de-idade-aumentam.html. Acesso em: 25 dez. 2022.

JESUS, D. de. MILAGRE, C. A. Manual de crimes informáticos. São Paulo: Saraiva, 2016.

KALLAS, M.B.L.M. O sujeito contemporâneo, o mundo virtual e a Psicanálise. Reverso, Belo Horizonte, v. 38, n. 71, p. 55–63, jun. 2016. Acesso em: 28 out. 2022.

KRAEMER, M. U. G., Yang, C.-H., Gutierrez, B., Wu, C.-H., Klein, B., Pigott, D. M., Plessis, L.D., Faria, N. R., Li, R., Hanage, W. P., Brownstein, J. S., Layan, M., Vespignani, A., Tian, H., Dye, C., Pybus, O. G., & Scarpino, S. V. (2020). The effect of human mobility and control measures on the COVID-19 epidemic in China. Science Preprints, 1–10. Disponível em: https://doi.org/10.1126/science.abb4218. Acesso em: 27 out. 2022.

LEITE, C. C. Da doutrina da situação irregular à doutrina da proteção integral: aspectos históricos e mudanças paradigmáticas. In: Revista do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, n. 23, p. 93–107, jan./jun. 2006. Disponível em: https://www.mprj.mp.br/servicos/revista-do-mp/revista-23/artigo-das-pags-93-107. Acesso em: 10 dez. 2022.

MARTINS, R. C. Poder paternal vs autonomia da criança e do adolescente? Lex familiae. Revista Portuguesa de direito da família. Portugal, a. 1, n.1, p. 1-8, 2004.

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL. Brasil aprova adesão à Convenção de Budapeste que facilita cooperação internacional para combate ao cibercrime. Brasília, 23 de dezembro de 2021. Disponível em: https://www.mpf.mp.br/pgr/noticias-pgr/brasil-aprova-adesao-aconvencao-de-budapeste-que-facilita-cooperacao-internacional-para-combate-ao-cibercrime. Acesso em: 21 nov. 2022.

OLIVEIRA, B. M.; MATTOS, K. R.; SIQUEIRA, M. S. Crimes virtuais e a legislação brasileira. (Re)pensando Direito. Ano 7, n. 13, jan./jun., 2017, p. 119–130. Disponível em: https://core.ac.uk/download/pdf/229767447.pdf. Acesso em: 10 dez. 2022.

RÉGIS, J. C. A Realidade Invisível em Tempos de Era Digital (Ciberbullying) e um de seus Reflexos: O Suicídio. Cibernética Jurídica Estudo Sobre o Direito Digital, Campina Grande, p. 76–88. 25 out. 2022.

ROSA, H. R.; SA, R. de C.; TARDIVO, L. S. de La P. C. Sentimentos e atitudes de adolescentes no isolamento social em período da pandemia por coronavírus. Laboratório de Saúde Mental e Clínica Social do Instituto de Psicologia da USP. Disponível em: https://www.ip.usp.br/site/wp-content/uploads/2020/06/RESUMO-PESQUISA-ADOLESCENTES-40-dias.pdf. Acesso em: 25 out. 2022.

SANTOS, C. dos. Covid-19 e saúde mental dos adolescentes: vulnerabilidades associadas ao uso de internet e mídias sociais. Holos – III Dossiê COVID-19 e o mundo em tempos de pandemia. 37(3), 1-14. 2021. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/download/11651/pdf. Acesso em: 23 nov. 2022.

SANTOS, E. S. D., PEREIRA, F. J., & SILVA, L. D. D. (2021). AS IMPLICAÇÕES DO ISOLAMENTO SOCIAL NA SAÚDE MENTAL DE ADOLESCENTES EM IDADE ESCOLAR. Disponível em: https://dspace.doctum.edu.br/bitstream/123456789/3848/1/AS%20IMPLICA%C3%87%C3%95ES%20DO%20ISOLAMENTO%20SOCIAL%20NA%20SA%C3%9ADE%20MENTAL.pdf. Acesso em: 28 out. 2022.

SIBÍLIA, P. O Show do eu: subjetividade nos gêneros confessionais da Internet. 240 f. 2007. Tese de Doutorado. Tese (Doutorado em Comunicação). Programa de Pós-Graduação em Comunicação. UFRJ–Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em: http://objdig.ufrj.br/30/teses/686522.pdf. Acesso em: 28 out. 2022.

SOUZA, I. F. de.; SERAFIM, R. N. V. Os direitos humanos da criança: análise das recomendações do Comitê dos Direitos da Criança das Nações Unidas. Revista de Direitos e Garantias Fundamentais, v. 20, n. 1, 2019. Disponível em: https://sisbib.emnuvens.com.br/direitosegarantias/article/view/1134. Acesso em: 15 dez. 2022.

TURRA, K. K. Seria o “Oversharing” uma violação ao Direito à Privacidade e à Imagem da Criança? Periódico Alethes, Juiz de Fora; v.06, n.10, p. 106–222, jan/abr. 2016. Disponível em: https://www.ufjf.br/periodicoalethes/files/2018/07/periodico-alethes-edicao-10.pdf#page=106. Acesso em: 28 out. 2022.

VERONESE, J. R. P. Os Direitos da Criança e do Adolescente: construindo o conceito de sujeito-cidadão. In: WOLKMER, A. C.; LEITE, J. R. M. Os “novos” direitos no Brasil: natureza e perspectivas: uma visão básica das novas conflituosidades jurídicas. 3. ed. São Paulo: Saraiva, 2016.

Publicado

2023-07-11

Como Citar

COSTA LEÃO, .; MELO DE OLIVEIRA, .; DIÓGENES DANTAS, . S. A pandemia de COVID-19 e as redes sociais: uma análise crítica acerca das violações aos direitos da criança e do adolescente. Revista Avant - ISSN 2526-9879, Florianópolis, v. 7, n. 1, p. 271–288, 2023. Disponível em: https://ojs.sites.ufsc.br/index.php/avant/article/view/6353. Acesso em: 16 jul. 2024.

Edição

Seção

Acadêmica