CONTRIBUIÇÃO DO BIM PARA A SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA DE EDIFICAÇÕES

Leticia Mattana, Lisiane Ilha Librelotto

Resumo


A sustentabilidade pode ser avaliada em diferentes dimensões, variando em quantidade de desdobramentos conforme o autor, mas no mínimo é caracterizada como social, ambiental e econômica. Apesar da importância do tema sustentabilidade, muitas empresas de construção ainda não adotaram tais práticas pela busca de soluções para os problemas gerados por suas atividades. A tecnologia BIM (Building Information Modelling) desponta no setor como uma importante ferramenta integrando o ciclo de vida de edificações e a avaliação da sustentabilidade. O objetivo deste artigo é determinar a contribuição da tecnologia BIM para avaliação da sustentabilidade econômica de edificações. A metodologia MASP-HIS de autoria da pesquisadora Carvalho (2009) foi utilizada para determinar os parâmetros considerados na sustentabilidade econômica das edificações. Pretende-se levantar e apresentar bibliografias, através de um processo de revisão sistemática, que comprovem a contribuição das ferramentas BIM para a sustentabilidade econômica, conforme definições propostas pela metodologia MASP-HIS. Este conhecimento é importante porque aborda o uso do BIM para obter edificações mais sustentáveis, e busca atender expectativas atuais do mercado da construção.

Palavras-chave


Sustentabilidade Econômica; BIM; Construção

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.29183/2447-3073.MIX2017.v3.n2.134-146

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 MIX Sustentável