OS RESÍDUOS TÊXTEIS SÓLIDOS NO CONTEXTO DE ABORDAGENS SUSTENTÁVEIS: CICLO DE VIDA, ECONOMIA CIRCULAR E UPCYCLING

Ana Paula Santos de Avila, Dulce Maria Holanda Maciel, Icléia Silveira, Sandra Regina Rech

Resumo


O objetivo dessa pesquisa é descrever atividades aplicadas no aproveitamento de resíduos têxteis que promovem a sustentabilidade. Abordam-se os conceitos: ciclo de vida, economia circular e upcycling, incluindo a reciclagem têxtil e a economia criativa nesses assuntos. Utilizou-se a pesquisa qualitativa e descritiva. Constatou-se que as práticas abordadas aliadas ao design contemplam a sustentabilidade.


Palavras-chave


Sustentabilidade; Ciclo de Vida; Economia circular; Upcycling

Texto completo:

PDF/A

Referências


ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10004 – Resíduos Sólidos – Classificação. Rio de Janeiro: 2004. 77p.

AMERICAN CHEMICAL SOCIETY (Estados Unidos). Upcycling 'fast fashion' to reduce waste and pollution. 2017. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2017.

BERLIM, Lilyan. Moda e Sustentabilidade: Uma reflexão necessária. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2016. 2 reimpressão. 159 p.

BRAUNGART, Michael; MCDONOUGH, William. Cradle to Cradle: criar e reciclar ilimitadamente. São Paulo: Editora G. Gili, 2013. 192 p. Tradução de Frederico Bonaldo.

COMISSÃO EUROPÉIA, Directorate-General for Environment. A Economia Circular - Interligação, criação e conservação de valor. EU Law and Publications: 2014. Disponível em: . Acesso em: 06 out. 2017.

CORREIA, Jeferson et al. Diagnóstico da Produção de Resíduos da Indústria da Confecção na Região de Blumenau. In: 4º Congresso Científico Têxtil e Moda. Blumenau: 2016. Anais... Disponível em: . Acesso em: 25 set. 2017.

FLETCHER, Kate; GROSE, Lynda. Moda & Sustentabilidade: Design para mudança. São Paulo: Editora Senac, 2011. 192 p. Tradução de Janaína Marcoantonio.

FUNDAÇÃO ELLEN MACARTHUR. Rumo à Economia Circular: O racional de negócio para acelerar a transição. 2017. Disponível em: . Acesso em: 12 out. 2017.

GWILT, Alison. Moda sustentável: um guia prático. São Paulo: Gustavo Gili, 2014. 176p. Tradução de Márcia Longarço.

HOWKINS, John. Economia Criativa: Como ganhar dinheiro com ideias criativas. São Paulo: M. Books do Brasil Editora Ltda, 2013. 271p. Tradução de Ariovaldo Griesi.

KAZAZIAN, Thierry (Org.). Haverá a idade das coisas leves: design e desenvolvimento sustentável. 2. ed. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2009. 194 p. Tradução de Eric Roland Rene Heneault.

LAURINDO, Michelly. A Viabilidade da Economia Circular à Luz da Política Nacional de Resíduos Sólidos: Lei 12.305 de 02 de agosto de 2010. 2016. 61 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) – Departamento de Economia e Relações Internacionais, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2016.

MACHADO, Poliana Gomes Silveira; LEONEL, Jordan Nassif. PRÁTICAS DE RECICLAGEM DE RESÍDUOS TÊXTEIS: UMA CONTRIBUIÇÃO PARA A GESTÃO AMBIENTAL NO BRASIL. Revista de Educação Superior do Senac-RS – Competência, Porto Alegre, v. 7, n. 1, p.129-145, jan. 2014. Semestral. Disponível em: . Acesso em: 29 set. 2017.

MANZINI, Ezio; VEZZOLI, Carlo. O Desenvolvimento de Produtos Sustentáveis: Os requisitos ambientais dos produtos industriais. São Paulo: Edusp, 2008. 368 p. Tradução de Astrid de Carvalho.

MIG JEANS. Sobre nós. 2017. Disponível em: . Acesso em: 12 out. 2017.

MINISTÉRIO DA CULTURA. Plano da Secretaria da Economia Criativa: políticas, diretrizes e ações. 2012. 156p. Disponível em: . Acesso em: 12 out. 2017.

OUDEN, Elke Den. Innovation Design: Creating Value for People, Organizations and Society. Londres: Springer, 2012. 196 p.

RESYNTEX (Bélgica). The Project. 2017. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2017.

WANG, Youjiang (Ed.). Recycling in Textiles. Cambridge: Woodhead Publishing Ltd e CRC Press LLC em parceria com The Textile Institute England, 2006. 229 p.

ZONATTI, Welton Fernando. Geração de Resíduos Sólidos da Indústria Brasileira Têxtil e de Confecção: Materiais e processos para reuso e reciclagem. 2016. 251 f. Tese (Douturado em Sustentabilidade) – Escola de Artes, Ciências e Humanidades, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016.




DOI: https://doi.org/10.29183/2447-3073.MIX2018.v4.n3.15-22

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Ana Paula Santos de Avila, Dulce Maria Holanda Maciel, Icléia Silveira, Sandra Regina Rech

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.