AVALIAÇÃO ECONÔMICA E DE EMISSÕES DE CO2 DA RECICLAGEM DE RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO E DEMOLIÇÃO CLASSE A: ESTUDO DE CASO PARA GOIÂNIA - GO

Sara Duarte Sacho, Lucas Rosse Caldas, Simone Costa Pfeiffer, Rosa Maria Sposto

Resumo


O uso cada vez maior de resíduos sólidos da construção e demolição (RSCD), principalmente os resíduos Classe A, para a produção de agregados para pavimentação surgiu nos últimos anos como uma alternativa interessante para atingir os objetivos da sustentabilidade ambiental. No entanto, o seu custo muitas vezes ainda é elevado devido entre outros fatores, ao desenvolvimento tecnológico nacional existente para reciclagem, incluindo o uso de energia. Este trabalho trata da análise da viabilidade econômica e ambiental destes resíduos. Além dos custos, foi feita uma quantificação das emissões de dióxido de carbono (CO2) da reciclagem de resíduos Classe A, considerando-se um estudo de caso no município de Goiânia - GO. Foram coletados dados em uma usina de reciclagem existente na região. A partir da análise econômica, observou-se que o material reciclado apresentou valor de mercado superior ao do agregado convencional fornecido pelas principais empresas goianas.  Em relação às emissões de CO2, observou-se que a usina de reciclagem gera 2,6 kgCO2/t, valor próximo aos encontrados na literatura. Concluiu-se que a reciclagem de resíduos Classe A para a realidade goiana é viável do ponto de vista de emissões, no entanto não vantajosa do ponto de vista econômico.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29183/2447-3073.MIX2016.v2.n2.20-28

Apontamentos



Direitos autorais 2016 MIX Sustentável