O Evangelho segundo Jesus Cristo: apêndice um

Autores

  • Felipe Drehmer Universidade Federal de Santa Catarina
  • Ricardo Prestes Pazello

Resumo

A conversa não revelada entre Deus e o Diabo é o alicerce literário deste artigo, tendo como objetivo mostrar que em nome do primeiro o continente encoberto – a América – seria descoberto, inventado, conquistado e colonizado, temporal e espiritualmente, denotando-se como das maiores violências pela modernidade, sendo tida, inclusive, como seu marco fundador. A partir da exploração estético-artística do diálogo dêmono-divino, que nada mais faz que expressar as origens do capitalismo como metáfora, analisa-se o mundo do conquistador e o seu choque com uma alteridade, que por ser absoluta tornou-se intolerável; também, como decorrência, a negação do mundo do conquistado, fazendo-se de sua antiga vida uma pré-história; e, por fim, o filicídio levado a termo no continente americano por meio do pai-estado que, de sobre, subjuga também a mãe-cultura e submete as novas gerações como o Mesmo e não como o Outro.

Downloads

Publicado

2016-03-30

Edição

Seção

Críptica