DESIGN E BIOMIMÉTICA: UMA REVISÃO SOBRE O ESTADO DA ARTE NO CENÁRIO BRASILEIRO

Alice Araujo Marques de Sá, Dianne Magalhães Viana

Resumo


A Biomimética corresponde à emulação consciente da natureza e oportuniza a inserção de conhecimentos biológicos em atividades criativas. Empreendeu-se uma revisão da literatura aplicando-se os descritores “design” AND “biomimética” na base Google Scholar. Para tanto, adotou-se a ferramenta do enfoque meta analítico consolidado. Foi conduzida uma busca por obras nacionais no período de 1990 a 2019, totalizando 211 trabalhos. Levando-se em conta o número de citações, foram selecionadas 6 contribuições para ilustrar as pesquisas recentes (entre 2016 e 2019). Observou-se que os temas recorrentes foram: economia circular, ciência dos materiais, formas e processos naturais, prototipagem digital, e percepções espaciais. A abordagem proeminente correspondeu a projetos em design, arquitetura e engenharia fundamentados em interações do ecossistema. Conclui-se que a natureza representa um vasto repositório de conhecimento e inspiração para designers. Portanto, a biomimética merece ser investigada dado o seu potencial para aprimorar a qualidade de vida e estimular a conservação da biosfera.


Palavras-chave


Biomimética; Design; Sustentabilidade; Biônica; Bioinspiração

Texto completo:

PDF/A

Referências


ANTONIOLI, Manola. Biomimétisme: science, design et architecture. Dijon, França: Éditions Loco, 2017. 144 p.

ARRUDA, Amilton. Como a biônica e biomimética se relacionam com as estruturas naturais na busca de um novo modelo de pesquisa projetual. Brasil: UFPE, 2010. p. 1-9. Disponível em: . Acesso em: 27 nov. 2019.

ARRUDA, Amilton; FREITAS, Theska Laila de. Novas estratégias da biomimética: as analogias no biodesign e na bioarquitetura. Mix Sustentável, Florianópolis, v. 4, n. 1, p. 73-82, 1 mar. 2018. Disponível em: . Acesso em: 1 jan. 2020. AZIZ,

Moheb Sabry; EL SHERIF, Amr Y. Biomimicry as an approach for bio-inspired structure with the aid of computation. Alexandria Engineering Journal, Alexandria, Egito, v. 55, n. 1, 707-714 2016. Disponível em: < www.sciencedirect.com>. Acesso em: 1 jan. 2020.

BAUDRILLARD, Jean. O sistema dos objetos. São Paulo, Editora Perspectiva, 1973. 232 p.

BAUMEISTER, Dayna; TOCKE, Rose; RITTER, Sherry; DWYER, Jamie. Biomimicry resource handbook: a seed bank of best practices. Montana, Estados Unidos: Biomimicry 3.8, 2014. 285 p.

BEIGUELMAN, Giselle. Da cidade interativa às memórias corrompidas: arte, design e patrimônio histórico na cultura urbana contemporânea. 2016. 303 f. Tese de Livre-Docência (Livre-Docência em Arquitetura e Urbanismo), Universidade de São Paulo, 2016. Disponível em: . Acesso em: 5 jan. 2020.

BENYUS, Janine. Biomimicry: innovation inspired by nature. New York, Estados Unidos: William Morrow and Company, 1997. 324 p.

BERGMANN, Márcia; MAGALHÃES, Cláudio Freitas de. Strategic design, sustainability and multiple approaches for textile experimentation. Global Fashion 2018, Rio de Janeiro, p. 1-23, 2019. Disponível em: . Acesso em: 1 jan. 2020.

BRAUNGART, Michael; MCDONOUGH, William. Cradle to cradle: criar e reciclar ilimitadamente. Espanha: GG Barcelona, 2013. 192 p.

CARDOSO, Rafael. Design para um mundo complexo. São Paulo: Cosac Naify, 2012. 264 p.

CESCHIN, Fabrizio; GAZIULUSOY, Idil. Evolution of design for sustainability: from product design to design for system innovations and transitions. Design Studies, v. 47, p. 118-163, 2016. Disponível em: . Acesso em: 30 nov. 2019.

CUNHA, Manuela Carneiro da. Cultura com Aspas. São Paulo: Cosac Naify, 2014. 440 p.

DETANICO, F. B.; TEIXEIRA, F. G.; SILVA, T. L. Koltermann da. A biomimética como método criativo para o projeto de produto. Design & Tecnologia, Rio Grande do Sul, v. 1, n. 2, p. 101-113, dez. 2010. Disponível em: . Acesso em: 1 jan. 2020.

DIAS, Eduardo. A natureza no processo de design e no desenvolvimento do projeto. São Paulo: Senai, 2014. 160 p.

DOHMANN, Marcus et al. A experiência material: a cultura do objeto. Rio de Janeiro: Rio Books, 2013.

FILGUEIRAS, Araguacy; FANGUEIRO, Raul; RAPHAELLI, Nathália. A importância de fibras e fios no design de têxteis destinados à prática desportiva. Estudos em Design, Rio de Janeiro, v. 15, n. 1, p. 1-20, 2008. Disponível em: . Acesso em: 1 jan. 2020.

HELMS, Michael; VATTAM, Swaroop S.; GOEL, Ashok, K. Biologically inspired design. Design Studies, v. 30, n. 5, p. 127-152, 2009.

LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1986.

MAGNAGO, Patrícia Flores; AGUIAR, João Pedro Ornaghi de; PAULA, Istefani Carisio de. Sustentabilidade em desenvolvimento de produtos: uma proposta para a classificação de abordagens. Produção Online Revista Científica Eletrônica de Engenharia de Produção, Florianópolis, SC, v. 112, n. 2, p. 351-376, 15 abr. 2012. Disponível em: Acesso em: 1 jan. 2020.

MARIANO, A.M; ROCHA, M.S. Revisão da literatura: apresentação de uma abordagem integradora. AEDM International Conference – Economy, Business and Uncertainty: Ideas for a European and Mediterranean industrial policy. Reggio Calabria (Italia), p. 427- 443, 2017.

MORIN, Edgar. Vers l’abîme? Paris: Éditions de L’Herne, 2007.

OLIVEIRA, Monique Aline Arabites de. Design de superfície: proposta de procedimento metodológico para criação de estampas têxteis com referência em elementos naturais. Orientador: Evelise Anicet Rüthschilling. 2012. 159 f. Dissertação de Mestrado (Mestre em Design) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012. Disponível em: . Acesso em: 1 jan. 2020.

PAPANEK, Victor. Arquitectura e design: ecologia e ética. Lisboa, Portugal: Edições 70, 2007. 286 p.

PAPANEK, Victor. Design for the real world. Human Ecology and Social Change. Londres: Thames & Hudson, 1985.

PAWLYN, Michael. Biomimétisme & Architecture. Paris: Rue de l’Échiquier, 2016. 229 p.

PAWLYN, Michael. Biomimicry in architecture. Londres: RIBA Publishing, 2011.

PERISSÉ, A. R., GOMES, M. D. M., NOGUEIRA, S. A. Revisões sistemáticas (inclusive metanálises) e diretrizes clínicas. Gomes M da M (org). Medicina baseada em evidências: princípios e práticas. Rio de Janeiro: Reichmann & Affonso, 2001.

QUEIROZ, Natália; RATTES, Rafael; ARAÚJO, Rodrigo Barbosa de. Biônica e biomimética no contexto da complexidade e sustentabilidade em projeto, p. 127-144. Design & Complexidade. São Paulo: Blucher, 2017.

RIBEIRO, Flavio de Miranda; KRUGLIANSKAS, Isak. A economia circular no contexto europeu: Conceito e potenciais de contribuição na modernização das políticas de resíduos sólidos. XVI Encontro Internacional sobre Gestão Empresarial e Meio Ambiente ENGEMA, São Paulo, p. 1-16, 2014. Disponível em: . Acesso em: 5 jan. 2020.

ROCHA, Bruno M; VENÂNCIO, Leonardo V. Prototipagem digital paramétrica orientada ao design emergencial: o caso do desastre ambiental mg/es. EuroElecs 2017, São Leopoldo, p. 1751-1760, maio 2017. Disponível em: . Acesso em: 1 jan. 2020.

ROSSIN, Karen Jonhson. Biomimicry: nature’s design process versus the designer’s process. WIT Transactions on Ecology and the Environment, Miami, Estados Unidos, v. 138, p. 559-570, 2010. Disponível em: . Acesso em: 30 nov. 2019.

SÁ, Alice Araujo Marques de. Design, inovação e estratégias naturais: aplicações de princípios biomiméticos e biofílicos em projetos criativos. Orientador: Nayara Moreno de Siqueira, Fátima Santos Aparecida. 2018. 112 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Design) - Universidade de Brasília, Brasília, 2018.

SALÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 17., 2005, Porto Alegre. A biomimética e sua influência no design e na arquitetura e urbanismo. Porto Alegre: 2005. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/60006. Acesso em: 1 fev. 2020.

SILVA, Luciano Santos da. Design paramétrico a partir da digitalização 3D de geometrias da natureza com padrão de crescimento espiral. Orientador: Fábio Pinto da Silva. 2017. 114 f. Dissertação de Mestrado (Mestrado em Design) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2017. Disponível em: . Acesso em: 1 jan. 2020.

SOARES, Theska Laila de Freitas. A biomimética e a geodésica de Buckminster Fuller: uma estratégia de biodesign. Orientador: Amilton José Vieira de Arruda. 2016. 287 f. Dissertação de Mestrado (Mestrado em Design) - Universidade Federal de Pernambuco, Pernambuco, 2016. Disponível em: . Acesso em: 1 jan. 2020.

SOARES, Theska Laila de Freitas; ARRUDA, Amilton José Vieira de; HARTKOPF, C. L. F.; BARBOSA, J. S. N.; BALESTRA, R. F. P. A relação entre a biomimética e a geodésica de Buckminster Fuller no planejamento de construções sustentáveis. Pluris 2016 7˚ Congresso Luso-Brasileiro para o Planejamento Urbano, Regional, Integrado e Sustentável: Contrastes, Contradições e Complexidades, Maceió, p. 1-11, 5 out. 2016. Disponível em: . Acesso em: 1 jan. 2020.

STEIGLEDER, Ana Paula. Estudo morfológico da planta Salvinia molesta: uma contribuição para a biônica e o design de produto. 2010. 102 p. Dissertação de Mestrado (Mestrado em Design) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Sul, 2010. Disponível em: . Acesso em: 1 jan. 2020.

THIÉRY, Alain; BRETON, Charles. Biomimétisme: on n’a rien inventé! Paris, França: Le Cavalier Bleu Éditions, 2017. 136 p.

VERSCHLEISSER, Roberto. Aplicação de estruturas de bambu no design de objetos: como construir objetos leves, resistentes, ecológicos, e de baixo custo. Orientador: José Luiz Mendes Ripper. 2008. Tese de Doutorado (Doutor em Design) - PUC-Rio, Rio de Janeiro, 2008. Disponível em: Acesso em: 1 jan. 2020. 229 p.

VINCENT, J. F. V.; BOGATYREVA, O. A.; BOGATYREV, N. R.; BOWYER, A.; PAHL, Anja Karina. Biomimetics: its practice and theory. Reino Unido: Journal of the Royal Society Interface, v. 3, p. 471-482, 2006.

ZARI, Maibritt Pedersen. Biomimetic design for climate change adaptation and mitigation. Architectural Science Review, v. 53, n. 2, p. 171-183, 2010.

ZARI, Maibritt Pedersen. Biomimetic urban design: ecosystem service provision of water and energy. Buildings, v. 7, n. 1., p. 1-13, 2017.

ZARI, Maibritt Pedersen. Ecosystem services analysis for the design of regenerative urban built environments, Wellington, Nova Zelândia, Victoria University of Wellington, 2012. 490 p.




DOI: https://doi.org/10.29183/2447-3073.MIX2020.v7.n1.137-150

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Alice Araujo Marques de Sá, Dianne Magalhães Viana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.