FIBRAS NATURAIS E COMPÓSITOS NAS INDÚSTRIAS DE MOBILIDADE

Ilor Bressiani Júnior, Ugo Leandro Belini, Alessandro Ellenberger, André Christian Keinert

Resumo


As indústrias de mobilidade travam uma busca contínua para novas tecnologias objetivando redução de custos e maximização de desempenho. Neste contexto, a otimização da relação peso-consumo é crucial e há uma crescente inserção de fibras naturais e compósitos na redução de massa dos produtos. As indústrias aeronáutica, náutica e principalmente a automobilística, já fazem uso destas tecnologias e o uso de fibras e compósitos são uma das maneiras de melhorar a eficiência energética, mantendo-se os quesitos de sustentabilidade. A indústria automobilística é o nicho onde mais se investe nas novas tecnologias, face à sua grande produção e representatividade mundial e, especificamente no Brasil, foi criado o programa Rota 2030 com o objetivo de incentivar as empresas automobilísticas a investirem em desenvolvimento tecnológico, inovação, segurança veicular e proteção ao meio ambiente. Os resultados indicam que o uso de fibras naturais e de compósitos tende a aumentar em breve, face às suas qualidades em substituir os materiais convencionais que são, muitas vezes, oriundos de fontes não renováveis.

Palavras-chave


Vegetal fibers; Composites; Automotive industry; New products.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.29183/2447-3073.MIX2020.v6.n4.129-138

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 ILOR BRESSIANI JR, Ugo Leandro Belini, Alessandro Ellenberger, André Christian Keinert

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Advanced Sciences

 
www.journal-index.org