ANÁLISE DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL (DOTS): O CASO DO CAMPUS TRINDADE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

Fábio Pedroso Dias, Arnoldo Debatin Neto

Resumo


A larga utilização dos automóveis orientou decisões importantes no meio urbano e na mobilidade das cidades, amplamente difundindo um modelo de ocupação territorial distante, disperso e desconectado. Em contrapartida, o Desenvolvimento Orientado ao Transporte Sustentável (DOTS) se apresenta como uma chave para comunidades mais eficientes, sustentáveis e equitativas, pois prioriza a compactação, a coordenação e a conexão. Deparamo-nos também com a realidade do campus universitário frente à mobilidade sustentável - como o caso da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), para o qual o presente trabalho analisa os estudos de mobilidade para estabelecer um panorama do campus e vinculá-lo ao repertório teórico do DOTS para gerar diretrizes conceituais para os princípios de mobilidade urbana sustentável no campus. O trabalho se direciona para sete categorias de análise e cada cenário oferece uma reflexão crítica para a análise do DOTS e permitem fomentar a discussão para o desenvolvimento urbano sustentável.


Palavras-chave


Desenvolvimento Orientado ao Transporte Sustentável; Mobilidade sustentável

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.29183/2447-3073.MIX2018.v4.n2.95-104

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Fábio Pedroso Dias, Arnoldo Debatin Neto