AVALIAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE DE UM EMPREENDIMENTO DE HIS DO PMCMV, ATRAVÉS DO SELO CASA AZUL

Denise de Castilho Provenzano, Leopoldo E. G. Bastos

Resumo


Este estudo buscou avaliar a questão da sustentabilidade num empreendimento de habitação de interesse social (HIS) do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV) através do Selo Casa Azul. Foi escolhido o Projeto Residencial Bairro Carioca, na cidade do Rio de Janeiro, com excelente inserção na malha urbana, aproveitamento de edificações antigas e descontaminação do solo. Através da checagem dos critérios que compõem esta certificação, constatou-se que este empreendimento não seria certificado por não atender a alguns critérios obrigatórios. O baixo valor da unidade habitacional imposto para a faixa 1 do PMCMV, é um dos fatores que mais dificulta o cumprimento de alguns critérios. Também a busca pela maior quantidade possível de unidades habitacionais não permite uma implantação destes blocos segundo melhor orientação solar e ventilação predominante. A obrigatoriedade da certificação mínima, nível bronze, para esses empreendimentos de HIS resultaria numa habitação de melhor qualidade para essa população mais carente.


Palavras-chave


Sustentabilidade; HIS; PMCMV; Selo Casa Azul

Texto completo:

PDF/A

Referências


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15220: Desempenho Térmico de edificações. Rio de Janeiro, 2003.

BRASIL. Ministério das Cidades. Disponível em < http://www.cidades.gov.br/ultimas-noticias/3865-ministro-das-cidades-apresenta-fase-3-do-mcmv-a-deputados-da-comissao-de-desenvolvimento-urbano>, acesso em 24/08/2016.

CAIXA. Mudanças Selo Casa Azul. Disponível em , acesso em maio/2016.

CAIXA. Selo Casa Azul – Boas Práticas para Habitação mais Sustentável; Coordenadores Vanderley Moacyr John, Racine Tadeu Araújo Prado. São Paulo: Páginas & Letras. Editora e Gráfica, 2010 disponível em , acesso em abril/2016.

CARDOSO, A. L. (Org). O Programa Minha Casa Minha Vida e seus Efeitos Territoriais. Rio de Janeiro: Letra Capital Editora, 2013.

GEOGRAFOS; Coordenadas Geográficas; disponível em < http://www.geografos.com.br/cidades-rio-de-janeiro/rio-de-janeiro.php>, acesso em setembro/2016.

IDHEA - Instituto para o Desenvolvimento da Habitação Ecológica; disponível em , acesso em 23/03/2016.

INMET – Instituto Nacional de Meteorologia; disponível em , acesso em abril/2016.

LABEEE Laboratório de Eficiência Energética em Edificações. Software SOL-AR 6.2. Disponível para download em , acesso em setembro/2016.

LAMBERTS, R.; PEREIRA, F.; DUTRE, L.; GOULART, S. - Eficiência Energética na Arquitetura (CD e livro). Editores, 1998.

MAGALHÃES, Sérgio. Modelo não inclui morador como protagonista. Folha de São Paulo, 19 fev. 2011.

McTARNAGHAN, S.; Bairro Carioca é modelo de conjunto habitacional; disponível em , outubro de 2014. Acesso em 07/12/2016.

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO. Bairro Carioca – Habitação Social para um novo Rio: Publicação produzida em conjunto por Direcional Engenharia S/A e STA Arquitetura S/A. Gráfica Santa Marta. 2011.




DOI: https://doi.org/10.29183/2447-3073.MIX2017.v3.n2.14-23

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 MIX Sustentável