RESUMO DE DISSERTAÇÃO: PROJETO PAISAGÍSTICO PARA A REVITALIZAÇÃO DO ENTORNO DO CANAL DO ANIL, JACAREPAGUÁ, RIO DE JANEIRO

Denerson de Santana Jacob, Virginia Vasconcellos

Resumo


Este artigo apresenta o projeto paisagístico para a revitalização do entorno do Canal do Anil, no Sub Bairro de Jacarepaguá, Gardênia Azul, Rio de Janeiro-RJ, Brasil, como TCC do Curso de Paisagismo, da Escola de Belas Artes – UFRJ. Ele parte de uma pesquisa, que visa a compreender a área numa visão macro e micro, realizada a partir de levantamentos bibliográficos e levantamentos físicos de campo.

A área vem sendo ocupada, na sua maioria, por indivíduos de baixa renda que trabalham nos bairros vizinhos como a Barra da Tijuca, carentes por espaços públicos de lazer comunitários, acessibilidade adequada às moradias, infraestrutura urbana básica e qualidade da água e do solo.

O Canal do Anil pertence a uma das sub bacias que confluem para a Lagoa da Barra da Tijuca. O seu percurso natural, que era composto por vegetação de Mata Atlântica, foi drasticamente agredido por assentamentos próximos e irregulares e, seu corpo hídrico, foi praticamente todo canalizado, o que também ajudou na deterioração da sua borda, que apresenta ocupação irregular densa, além de se configurar uma área pouco segura para os moradores e visitantes. Embora o local disponha de alguns pontos com serviços de abastecimento de água e luz, o esgotamento sanitário, na maioria das vezes o lixo é jogado diretamente no Canal, que sofre com problemas de mau cheiro, animais indesejáveis, suscetibilidade a doenças, alguns pontos de alagamento, redução da vegetação e aumento de áreas impermeáveis.

Para a realização do trabalho partiu-se de um embasamento teórico-conceitual, levantamentos bibliográficos, com coleta de dados em publicações acadêmicas, plantas da Prefeitura e referências projetuais; levantamentos de campo, com visitas in loco, observações diretas não participativas, registros fotográficos e Base Google Earth. Os dados foram tratados a partir da confecção de mapas (biofísicos, figura e fundo, gabarito e uso do solo), cortes e desenhos. Foram utilizados, ainda, programas    computacionais, como AutoCad e PhotoShop. Nos levantamentos foram constatados os principais problemas da população que habita o entorno do Canal, do próprio estado físico da sub bacia, além do potencial paisagístico e ambiental do local.

  1. 1.     O PROJETO PAISAGÍSTICO
    O projeto paisagístico proposto apresenta soluções para a revitalização do espaço, buscando atender à comunidade em suas reivindicações, respeitando suas necessidades e o meio ambiente local.
A proposta oferece melhores condições de conforto, segurança e bem estar à população dotando a área de mobiliário e equipamentos urbanos que possibilitam a prática de esportes, o passeio seguro e o lazer infanto-juvenil e adulto, área para cães, mudança dos revestimentos de piso (melhoria da drenagem) e alargamento, onde possível, dos passeios, introdução de árvores, jardineiras e canteiros, melhoria da infraestrutura urbana, (sistema elétrico subterrâneo), implantação de sistema de coleta de esgoto sanitário, gás natural e água, onde ainda não há.

Palavras-chave


Revitalização, sustentabilidade

Texto completo:

PDF/A

Referências


MASCARÓ J L (2013) Infraestrutura urbana,editora + 4, Porto Alegre.

COSTA, I A A, BRITO A L, Rio das pessoas: Revitalização, integração e habitação social na comunidade de Rio das Pedras no Rio de Janeiro.

Miguez M G, VERÓL A, Rezende O M (2016) Drenagem Urbana do projeto tradicional à sustentabilidade, Elsevier, campus, Rio de janeiro.

SILVA, N Projeto final para a Nova Luz, Patricia Samora. Artigo eletrônico.




DOI: https://doi.org/10.29183/2447-3073.MIX2020.v6.n1.169-170

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 denerson de santana jacob

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.