Ensino de arte: história, memória e subjetividade

Naiara de Castro Lopes, Talita Lima de Oliveira, Maria da Natividade Ramalho Borba

Resumo


O presente trabalho faz parte da pesquisa do Mestrado em Educação intitulada “Ensino de Artes no Colégio de Aplicação João XXIII”, em que se pretende discutir o papel da Arte, assim como seu ensino e percurso no interior desta instituição. A primeira etapa deste trabalho é a pesquisa documental, a qual foi submetida como Projeto de Pesquisa modalidade PROBIC Jr à Pró-Reitoria de Pesquisa ProPesq/UFJF. Desta forma, a pesquisa documental do trabalho de Mestrado tornou-se um projeto de Iniciação Científica Júnior, que traz seu primeiro resultado parcial. Neste artigo, escrito em forma dramatúrgica, está sendo focalizado um recorte de sete anos dentro dos quarenta e oito que o Colégio já trilhou, misturado às memórias pessoais das três autoras. No Arquivo do Colégio, a análise foi iniciada por uma série de relatórios anuais referentes aos anos de 1978 a 1984. A Educação Artística não constava oficialmente na grade curricular de 5ª a 8ª séries, o que não significou a ausência da arte na formação dos alunos e alunas daquele segmento. Assumindo a perspectiva foucaultiana, o que significa pensar o ensino de Arte relacionado à constituição dos sujeitos, busca-se a presença permanente da arte na vida escolar, presença esta que se dava de forma transversal e como recurso pedagógico em algumas disciplinas e dentro de eventos e projetos realizados pelo/no Colégio, num convite a colocar em suspeita as potencialidades e desafios da arte fora da disciplina Artes, e suas articulações com a História, a Memória e os Processos de Subjetivação.

 

Palavras-chave: Ensino de Arte; História; Memória; Subjetividade. 


Texto completo:

PDF

Referências


AGENDA ESCOLAR do Colégio de Aplicação João XXIII/UFJF, referente ao ano letivo de 2013. Juiz de Fora, 2013.

BARBOSA, A. M. Tópicos Utópicos. Belo Horizonte: C/Arte, 1998.

CASTRO, E. Vocabulário de Foucault – Um percurso pelos seus temas, conceitos e autores; tradução Ingrid Müller Xavier. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

FERRAZ, M. H. C. de T.; FUSARI, M. F. de R. Metodologia do Ensino de Arte. São Paulo: Cortez, 1993.

FOUCAULT, Michel. Ética, Sexualidade, política; organização e seleção de textos Manoel Barros da Motta; tradução Elisa Monteiro, Inês Autran Dourado Barbosa. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

HERNÁNDEZ, F. Cultura Visual, Mudança Educativa e Projeto de Trabalho; tradução Jussara Haubert Rodrigues. Porto Alegre: Artmed, 2000.

NORA, P. Entre Memória e História: a problemática dos lugares. Projeto História, n. 10, p. 7 – 28, 1993.

PETERS, A.; BESLEY, T. Por que Foucault?: novas diretrizes para a pesquisa educacional; tradução Vinícius Figueira Duarte. Porto Alegre: Artmed, 2008.

SILVA, T. T. Documentos de Identidade; uma introdução às teorias de currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.