Adorno e a Racionalização da Música: Do Desencantamento do Mundo ao Encantamento do Conceito

Rafael Rodrigues Garcia

Resumo


            O presente trabalho tem como objetivo apresentar a concepção adorniana de racionalização da música, tratando-a como um setor privilegiado da razão. Desta forma, pretendemos mostrar como os processos que o autor descreve em relação aos progressos da razão ocorrem de maneira semelhante na música, permitindo-nos então perceber que ela passa pelos momentos de desencantamento em relação ao mundo – abandono da teoria dos afetos – e encantamento do conceito – consolidação do sistema tonal como segunda natureza. Para tanto serão utilizados tratados musicais e textos menores escritos entre os séculos XVI e XVIII.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Rafael Rodrigues Garcia

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/3.0/deed.pt

PERI - Revista de Filosofia
ISSN 2175-1811, Florianópolis,
Santa Catarina, Brasil
e-mail: revistaperi@contato.ufsc.br