CPT e MST: formação e ocupação no oeste catarinense

Gustavo Henrique de Siqueira, Elison Antonio Paim

Resumo


Neste artigo são abordados aspectos relativos ao início do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) no estado de Santa Catarina: a formação dos camponeses pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), a fundação do MST e a preparação das bases, de janeiro a maio de 1985, para as ocupações realizadas em 25 de maio de 1985. É destacada a organização da ocupação da Fazenda Papuan I e da Fazenda Sandra, do município de Abelardo Luz. A metodologia consiste em revisão bibliográfica e história oral, com o objetivo de debater a experiência e a memória dos camponeses no processo da ocupação.

Palavras-chave


Memórias; Experiências; MST; Oeste catarinense; CPT

Texto completo:

PDF


Revista Santa Catarina em História - Florianópolis - UFSC - Brasil ISSN 1984-3968