Vínculo mãe e filho e o desenvolvimento infantil: uma análise do filme “Precisamos falar sobre Kevin”

Autores

  • Beatriz de Souza Ramos Universidade Federal de Santa Catarina
  • Marina de Almeida Dias Mello Ulguim Universidade Federal de Santa Catarina
  • Rosiane Kiviatcoski Kozlowski Universidade Federal de Santa Catarina
  • Thaynara de Moraes Xavier Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

O artigo busca compreender como acontece a construção do apego e vínculo entre mãe e filho e seus aspectos positivos e negativos, bem como levantar hipóteses dos aspectos que podem impedir a formação de laços. Além disso, procurou-se elencar as possíveis consequências para o desenvolvimento psicológico infantil quando esse vínculo não se estabelece de forma saudável. Para tal finalidade, analisou-se o comportamento dos personagens Kevin e Eva do filme Precisamos falar sobre Kevin, observando-os e descrevendo-os e posteriormente interpretando os fatos com base na fundamentação teórica do apego, vínculo e da problemática das formas de violência intrafamiliar como um fator limitante da formação de vínculos saudáveis. Como resultado das análises comportamentais das cenas do filme, deduz-se que devido ao fato recorrentemente de a mãe cometer violência, seja física, psicológica, verbal e/ou negligência da mãe com o filho, foi um entrave para estabelecer relações de apego seguro e também a formação de um vínculo afetivo saudável.    

Downloads

Publicado

2022-07-20