Classificação das faculdades mentais

Silvério Becker

Resumo


Nascido em 1799, nos Estados Unidos da América, Asa Mahan (1799-1889) é, sem dúvidas, um dos maiores filósofos de todos os tempos.  Ele foi o autor de obras importantíssimas no campo da filosofia, como: A System of Intellectual Philosophy (1854), The Science of Logic; or An Analysis of the Law of Thought (1857), e A Critical History of Philosophy (1883), a última considerada por diversos filósofos como a mais importante obra de filosofia já escrita.

Embora fosse um crítico perspicaz do pensamento de Immanuel Kant (1724-1804), Mahan também era um grande admirador do filósofo alemão, principalmente no campo da filosofia moral, onde ele defendia que o pensamento de Kant estava correto em relação aos fundamentos da moralidade. Nas obras de Mahan sobre a moralidade, o princípio defendido por Kant, frequentemente é evocado; embora nem sempre de modo totalmente coerente com as ideias defendidas pelo próprio Mahan[1]. Isso acontece também em Doctrine of the Will (1845), obra na qual o presente texto foi publicado.

Na obra supracitada, Asa Mahan defende que os seres humanos possuem uma faculdade dotada de liberdade, a saber, a Vontade. Nessa obra ele procura esclarecer o conceito de liberdade, bem como a extensão e os limites da liberdade da Vontade. Para tanto, ele defende, de modo similar ao que fazia Kant, uma tríplice divisão das faculdades mentais em Intelecto, Sensibilidade, e Vontade; a primeira sendo a capacidade de conhecer, a segunda a capacidade de sentir, e a terceira a capacidade de escolher. No texto, objeto da presente tradução, a classificação dessas faculdades é apresentada de forma bem mais clara do que o próprio Kant fazia[2].

Mahan apresentou uma explanação bem mais detalhada do modo como ele entendia a mente humana e suas faculdades em The System of Mental Philosophy (1882).

Até onde sei, Classificação das Faculdades Mentais é primeiro texto de Asa Mahan traduzido para a Língua Portuguesa, e apresentado ao público.


[1] A principal obra de filosofia moral de Mahan é Science of Moral Philosophy. Cf. MAHAN, Asa. Science of Moral Philosophy. James M. Fitch. Oberlin, 1848. Disponível em Science of Moral Philosophy - Asa Mahan - Google Livros, em 24/03/2021.

 

[2] Para saber mais sobre a o modo como Immanuel Kant classificava as faculdades mentais, pode-se ver o quadro das faculdades apresentado por ele em Crítica da Faculdade de Julgar, bem como as observações feitas por Valério Rohden na nota 2, referente àquele quadro. Cf. KANT, Immanuel. Crítica da Faculdade do Juízo. Forense Universitária. 3ª ed. Rio de Janeiro, 2012, pp 32; 38-39.


Texto completo:

PDF

Referências


EDWARDS, Jonathan. The Treatise on Religious Affections. American Tract Society. New York, 1850.

KANT, Immanuel. Crítica da Faculdade do Juízo. Forense Universitária. 3ª ed. Rio de Janeiro, 2012.

MAHAN, Asa. Doctrine of the Will: R. E. Gillet. Oberlin, 1845.

MAHAN, Asa. Classification of the Mental Faculties. In: MAHAN, Asa. Doctrine of the Will. J. M. FITCH Oberlin, 1847.

MAHAN, Asa. The System of Mental Philosophy. Chicago. J.C. Buckbee e Cia, 1882.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Silvério Becker

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

PERI - Revista de Filosofia
ISSN 2175-1811, Florianópolis,
Santa Catarina, Brasil
e-mail: revistaperi@contato.ufsc.br