Hermêutica teológica (e filosófica): traditio, sacra scriptura sui ipsius interpres e o conceito de tradição em Hans-Georg Gadamer

José Edvaldo Pereira Sales

Resumo


O objetivo deste artigo é fazer um resgate da discussão no âmbito da hermenêutica teológica sobre a traditio e o princípio sacra Scriptura sui ipsius interpres no intuito de colocá-los frente ao conceito de tradição reabilitada por Hans-Georg Gadamer em sua hermenêutica filosófica. Diversas fontes bibliográficas vinculadas à Igreja Católica e à teologia protestante são utilizadas para apontar como o conceito de traditio tem sido compreendido por ambas as ramificações do Cristianismo; e, o princípio sacra Scriptura sui ipsius interpres será analisado a partir de sua relação com a traditio. A questão central é investigar em que medida a filosofia de Gadamer e o seu conceito de tradição podem contribuir para esse debate hermenêutico-teológico.


Palavras-chave


Hermenêutica teológica. Traditio. Sacra Scriptura sui ipsius interpres. Tradição (Gadamer).

Texto completo:

PDF

Referências


ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de filosofia. 5ª. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

AGOSTINHO. A doutrina cristã. 3ª. ed. São Paulo: Paulinas, 2011.

ANGLADA, Paulo Roberto Batista. Introdução à hermenêutica reformada – correntes históricas, pressuposições, princípios e métodos linguísticos. Ananindeua, PA: Knox Publicações, 2006.

AQUINO, Tomás de. Suma teológica (Teologia – Deus – Trindade). Vol. 1. Parte I. Questões 1-43. 3ª ed. São Paulo: Loyola, 2009.

ARAÚJO, André de Melo. A atualidade do acontecer: o projeto dialógico de mediação histórica na hermenêutica filosófica de Hans-Georg Gadamer. São Paulo: Humanitas, 2008.

BETTENSON, Henry. Documentos da Igreja Cristã. Tradução de Helmuth Alfredo Simon. São Paulo: Aste, 2001.

CALVINO, João. A instituição da religião cristã (2 volumes). São Paulo: UNESP, 2008.

CHAMPLIN, Russel Norman; BENTES, João Marques. Enciclopédia de Bíblia, teologia e filosofia. Vol. 6. 4ª. ed. São Paulo: Candeia, 1997.

CONCÍLIO VATICANO II. Vaticano II: mensagens, discursos e documentos. Tradução de Francisco Catão. 2ª. ed. São Paulo: Paulinas, 2007.

EBELING, Gerhard. O pensamento de Lutero. Tradução de Helberto Michel. São Leopoldo, RS: Sinodal, 1988.

FERRARI, Pier Luigi. Bibbia: l’interpretazione della Scrittura nella Chiesa cattolica. Vaticano: Libreria Editrice Vaticana, 2014.

FLOROVSKY, Arcipreste George. Sobre igreja e tradição: uma visão ortodoxa oriental. Tradução Rev. de Pedro Oliveira Junior. Disponível em: . Acesso em 23 dez. 2017.

GADAMER, Hans-Georg. Verdade e método I: traços fundamentais de uma hermenêutica filosófica. Tradução de Flávio Paulo Meurer. 10. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

GADAMER, Hans-Georg. Verdade e método II: complementos e índice. Tradução de Marcia Sá Cavalcante-Schuback. 5ª. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, Bragança Paulista: Editora Universitária São Francisco, 2010.

GEORGE, Timothy. Teologia dos reformadores. Tradução de Gérson Dudus e Valéria Fontana. São Paulo: Vida Nova, 1993.

GRONDIN, Jean. Introdução à hermenêutica filosófica. Tradução de Benno Dischinger. São Leopoldo, RS: UNISINOS, 1999.

KÖRTNER, Ulrich H. J. Introdução à hermenêutica teológica. Tradução de Paul Tornquist. São Leopoldo, RS: Sinodal/EST, 2009.

LOPES, Augustus Nicodemus. A Bíblia e seus intérpretes. São Paulo: Cultura Cristã, 2007.

LUBAC, Henri. Esegesi medievale: i quattro sensi della scrittura. Vol. 2. Traduzione G. Auletta. Milano: Jaca Book, 2006.

LUTERO, Martinho. Interpretação bíblica: princípios. (Obras selecionadas, vol. 8), Tradução de Adolpho Schimidt, Eduardo Gross, Elisa L. Schulz, Luís H. Dreher, Walter O. Schlupp. São Leopoldo, RS: Sinodal; Porto Alegre: Concórdia, 2003.

MCGRATH, Alister. A revolução protestante. Tradução de Lena e Regina Aranha. Brasília, DF: Palavra, 2012.

ORÍGENES. Tratado sobre os princípios. São Paulo: Paulus, 2012.

PALMER, Richard E. Hermenêutica. Tradução de de Maria Luísa Ribeiro Ferreira. Lisboa: Edições 70, 2011.

PAOLO II, Giovanni. Discorso di sua Santitá Giovanni Paolo II su l’interpretazione della Bibbia nella Chiesa. In: VATICANO. L’interpretazione della Bibbia nella Chiesa. Pontificia Commissione Biblica. Vaticano: Libreria Editrice Vaticana, 2014, p. 3-17.

REALE, Giovanni; ANTISERI, Dario. História da Filosofia: patrística e escolástica, v. 2. Tradução de Ivo Storniolo. São Paulo: Paulus, 2003.

SCHLEIERMACHER, Friedrich D. E. Hermenêutica – arte e técnica da interpretação. Tradução de Celso Reni Braida. 8ª. ed. Petrópolis, RJ: Vozes; São Paulo: Universitária São Francisco, 2010.

VANHOOZER, Kevin J. Autoridade bíblica pós-reforma: resgatando os solas segundo a essência do cristianismo protestante puro e simples. Tradução de A. G. Mendes. São Paulo: Vida Nova, 2017.

VATICANO. L’interpretazione della Bibbia nella Chiesa. Pontificia Commissione Biblica. Vaticano: Libreria Editrice Vaticana, 2014.

ZABATIERO, Julio; ADRIANO FILHO, José; SIDNEY, Sanches. Para uma hermenêutica bíblica. São Paulo: Fonte Editorial, Faculdade Unida, 2011.

ZUCK, Roy B. A interpretação bíblica: meios de descobrir a verdade da Bíblia. Tradução de Cesar de F. A. Bueno Vieira. São Paulo: Vida Nova, 1994.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 José Edvaldo Pereira Sales

URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/deed.pt_BR

PERI - Revista de Filosofia
ISSN 2175-1811, Florianópolis,
Santa Catarina, Brasil
e-mail: revistaperi@contato.ufsc.br