Waste and Sustainability in small furniture Industries of Paraná Southwest

Jaqueline Marcis, Edson Pinheiro de Lima, Marcelo Gonçalves Trentin

Abstract


This research presents the results of a study on the environmental issues related to the operations and lean manufacturing the two furniture companies located in the city of Pato Branco-PR. The methodology was characterized as a survey with descriptive approach and the data collection was done through questionnaires to managers. To demonstrate during the study, based on literature and supplemented by questionnaires to the company are adapting and being managed within the waste disposal perspective and how they are using disposal practices and reuse of materials in wood. As a result, generally two companies with different views of how environmental programs can help the competitiveness of the company. Within the lean perspective were identified waste and lack of specific control for residues generated. Organizations should try to seek a means to balance its related environmental issues operations for global improvements.


Keywords


Lean manufacturing; sustentabilidade, desperdícios, madeira, resíduos.

References


ABNT. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10004. (2004). Resíduos sólidos- Classificação. Rio de Janeiro, Brasil.

AZEVEDO, M.; BARROS NETO, J.; NUNES, F. (2010). Análise dos aspectos estratégicos da implantação da lean construction em duas empresas de construção civil em Fortaleza-CE. In: XIII Simpósio de Administração da Produção, Logística e operações Internacionais – SIMPOI. São Paulo.

BASTOS B. C; CHAVES C .(2012). Aplicação de Lean Manufacturing em uma Linha de Produção de uma Empresa do Setor Automotivo. IX simpório de excelência em gestão e tecnologia. Disponível em: www.aedb.br/seget/arquivos/artigos12/42916442.pdf.

BRITO, E. O. (1995) Estimativa da produção de resíduos na indústria brasileira de serraria e laminação de madeira. Revista da Madeira, Curitiba, ano IV, n. 26, p. 34-39.

CORAL, E. (2002). Modelo de planejamento estratégico para a sustentabilidade empresarial. Florianópolis, 2002. Tese (Doutorado). Universidade Federal de Santa Catarina. Santa Catarina.

CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. (1988).Resolução nº 006 de 15 de junho de 1988. Diário Oficial da União. Brasil.

CHEN, D; THIEDE, S; SCHUDELEIT, T; HERRMANN, C. (2014). A holistic and rapid sustainability assessment tool for manufacturing SMEs. CIRP Annals Manufacturing Technology.

DELAI, I.; TAKAHASHI, S. (2011). Sustainability measurement system: A reference model proposal. Social Responsibility Journal, v. 7, n. 3, p. 438–471.

DOBROVOLSKI, E. G. (1999). Problemas, destinação e volume dos resíduos da madeira na indústria de serrarias e laminadoras da região de Irati-Pr.. Monografia (Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho) – Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná. Paraná.

DUARTE, S., CRUZ-MACHADO, V. (2013). Modeling lean and green: a review from business models. International Journal of Lean Six Sigma, 4 (3): 228-250.

EASTWOOD,M. D. ; HAAPALA, K. R. A. (2015). Unit process model based methodology to assist product sustainability assessment during design for manufacturing. Journal of Cleaner Production 108, 54- 64.

ELKINGTON, J. (1994) Towards the sustainable corporation: Win-win-win business strategies for sustainable development. California Management Review, v.36, n.2, p.90-100.

GROOT, I.( 2002) Measurement of sustainability in coffee and cocoa. Utrecht: ISCOM.

HASSINI, E.; SURTI, C.; SEARCY, C. (2012). A literature review and a case study of sustainable supply chains with a focus on metrics. International Journal of Production Economics, v. 140, n. 1, p. 69–82.

HEDMARK, A; SCHOLZ, M. (2008). Review of environmental effects and treatment of runoff from storage and handling of wood. Biores Tech 99(14):5997–6009.

JABBOUR, A. B. L. S. ; JABBOUR, C. J. C; FREITAS, W. R.S; TEIXEIRA, A. A. (2013) Lean and green?:Evidências empíricas do setor automotivo brasileiro. Gestão e Produção. , vol.20, n.3, pp. 653-665.

KARNA, J; HANSEN, E; JUSLIN, K. (2003). Social Responsability In Environmental Marketing Planing. European Journal of Marketing. Bradford, v.37, n. 5/6.

LIMA, E.G DE; SILVA, D. A. DA . (2005). Resíduos gerados em indústrias de móveis de madeira situadas no pólo moveleiro de arapongas-pr. Floresta, v.35, n. 1, p. 106-107.

NAHUZ, M. A.R.(2015) Resíduos Da Indústria Moveleira. III Seminário de Produtos Sólidos de Madeira de Eucalipto e Tecnologias Emergentes para a Indústria Moveleira. Espírito Santo.

PORTER, M.(1999). Competição. Rio de Janeiro: Campus.

SACHS, I. (2002) Caminhos para o Desenvolvimento Sustentável. Rio de Janeiro: Garamond.

SEBRAE. (2015). Entenda as distinções entre microempresa, pequena empresa e MEI. Disponível em: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/Entenda-as-distin%C3%A7%C3%B5es-entre microempresa,-pequena-empresa-e-MEI.

SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DACONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO DE PATO BRANCO. (2015). Relatório de Empresas por Ramo de Atividade. Pato Branco.

SHETTY, D., ALI, A., CUMMINGS, R. (2010). Survey-based spreadsheet model on lean implementation. International Journal of Lean Six Sigma, 1 (4): 310-334.

SILVA, D. C. S. (2014). Influência dos Paradigmas de Produção Lean e Green no Desempenho de Empresas da Indústria Transformadora. Dissertação (Mestrado), Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, Portugal.

STONE, K. (2012). Four decades of lean: a systematic literature review. International Journal of Lean Six Sigma, 3 (2): 112-132.

VOTTO, R.G; FERNANDES, F. C. F. (2014). Produção enxuta e teoria das restrições: proposta de um método para implantação conjunta na Indústria de Bens de Capital sob Encomenda. Gestão e Produção., vol.21, n.1, pp. 45-63.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.


_________________________________________________________

Licença Creative Commons
This journal is licenced under a Creative Commons LicenseCreative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Contact: lean@contato.ufsc.br
Tel: +554837217062

EPS - Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas

CTC - Centro Tecnológico

UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina

Caixa Postal 476 - Campus Universitário - Trindade