CLÁUDIO MANUEL DA COSTA E DUALIDADE NA POESIA ÁRCADE: UM POETA BARROCO PORTUGUÊS OU UM ROMÂNTICO BRASILEIRO?

Cláudia Garibotti Bechler

Resumo


Este trabalho tem o objetivo de discutir como Cláudio Manuel da Costa apresentou, em sua poesia árcade, traços que se relacionam também ao Barroco - que sua estética buscava combater - e ao Pré-Romantismo - que serviu de base à corrente literária que o sucedeu. O espaço geográfico que o autor celebra fica dividido entre Portugal e Brasil, e são essas dualidades que se pretendem mostrar, tendo como base Obras poéticas, de 1768.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

uox-Rev., © 2013, UFSC, Florianópolis, Brasil, ISSN 2358-1514