OS GÊNEROS TEXTUAIS DO PÚBLICO FEMININO JOVEM: UMA ANÁLISE DAS REVISTAS CAPRICHO, ATREVIDA E TODATEEN

Letícia Cortellete

Resumo


Este artigo descreve e analisa os gêneros textuais presentes nos principais materiais escritos destinados à parcela feminina jovem do país a partir de pesquisa em revistas adolescentes, investigando as contribuições dessas para as práticas de letramento (ROJO, 2009) de seus leitores. As revistas que compõem o corpus deste trabalho são as seguintes: a edição da primeira quinzena de novembro da Capricho, a edição do mês de agosto da Atrevida e a edição do mês de novembro da Todateen, todas do ano de 2012. Constatamos que os gêneros mais recorrentes são o tutorial, a entrevista e o teste, com maior predominância do primeiro. Observamos também a alta hibridização dos gêneros textuais presentes nessas revistas, ressaltando o caráter dinâmico e a plasticidade dos gêneros (BAKHTIN, 2003). Em relação às práticas de letramento, destacamos o trabalho das publicações analisadas com os letramentos múltiplos (ROJO, 2009), sobretudo o internetês.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

uox-Rev., © 2013, UFSC, Florianópolis, Brasil, ISSN 2358-1514