CONTEMPLAÇÃO, ODRADEK E A NARRATIVA ESFÉRICA

Rafael Reginato Moura

Resumo


O presente ensaio visa mostrar a narrativa literária esférica capaz de encerrar em seu interior o tempo e o espaço num movimento circular e infinito. Para isso, o texto aborda especialmente o “Odradek” e os contos de Contemplação, de Franz Kafka, interpondo-os com outras narrativas e análises teóricas como forma de aproximá-los dos preceitos esféricos contidos no Aleph, de Jorge Luis Borges.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

uox-Rev., © 2013, UFSC, Florianópolis, Brasil, ISSN 2358-1514