As transformações de uma cidade: a ‘vilota rude’ que se tornou ‘Administração Municipal Modelo’ – o caso de Lages/SC

Fabiano Garcia

Resumo


Neste artigo investigo o contexto de formulação dos projetos populares participativos realizados em Lages/SC, em meados da década de 1970 e que levaram a cidade a ser conhecida como “administração municipal modelo”. Ao ser sede de uma experiência inovadora, com a gestão “Lages, a força do povo” (MDB), o município acabou lançado no centro de um amplo debate, próprio do período de abertura política e do processo de redemocratização do país (1979-1988). No entanto, para compreender os desafios políticos colocados nos anos 1970, é necessário interpretar também as transformações ocorridas na cidade num período anterior, principalmente a partir de 1940.


Palavras-chave


Urbanização; Movimento Democrático Brasileiro; Ciclo da Madeira; Lages.

Texto completo:

PDF


Revista Santa Catarina em História - Florianópolis - UFSC - Brasil ISSN 1984-3968