A importância da renda de bilro na economia familiar em Florianópolis no início do século XX e a sua continuidade no tempo presente

Camila Bergamin

Resumo


Este trabalho busca relacionar a economia de Florianópolis com a produção da renda de bilro, enfatizando o período que vai da passagem do século XIX para o XX. Busca-se compreender a importância da produção e comercialização de artigos em renda-de-bilro na região da capital. Parte-se de um entendimento de características econômicas gerais da cidade para perceber onde se insere o comércio da renda, passando pelas etapas do processo de confecção da renda-de-bilro e os modelos produzidos na região. Se o ato de “fazer a renda” era caracterizado como atividade exclusiva às mulheres, que importância econômica essa atividade ganha com a virada do século XIX para o XX? Que fatores vão influenciar na diminuição da importância econômica dada ao produto? Assim, busca-se a entender como ocorreu o processo que levou a atual situação das rendeiras e do fazer a renda-de-bilro em Florianópolis.

Palavras-chave


Renda-de-bilro, economia familiar, rendeiras, cultura.

Texto completo:

PDF


Revista Santa Catarina em História - Florianópolis - UFSC - Brasil ISSN 1984-3968