Danças, tambores e festejos: Aspectos da cultura popular negra em Florianópolis no final do século XIX ao século XX

Jaime José da Silva

Resumo


Tantas vezes motivo de preocupação para as autoridades, as festas populares negras estiveram muito presente em Santa Catarina e em Florianópolis. Com seus festejos acompanhado de danças para coroação de Reis e Rainhas em homenagem a Nossa Senhora do Rosário, o que se viu na Ilha de Desterro foi, quanto mais a cidade se modernizava mais reprimida e isolada ficava esta festividade do catolicismo popular negro. Eis que em 1930, com a chegada “Cacumbi do capitão Amaro” no Morro da Caixa, há um novo momento de celebração religiosa, porém agora com seus símbolos e estilos modificados pelo impacto da modernidade.

Palavras-chave


Cacumbi; Festas; Danças; Tambores; Catolicismo; Popular; Negro; Preconceito

Texto completo:

PDF


Revista Santa Catarina em História - Florianópolis - UFSC - Brasil ISSN 1984-3968