O ébrio compor: O estreito laço entre o bar e o processo criativo de Zininho

Guilherme Mondardo

Resumo


Ao analisar o processo criativo do poeta e compositor Zininho vinculado à boemia de Florianópolis nas décadas de 1960, 70 e 80, e perceber que não há muita distinção em comparação ao início da boemia literária presente no Antigo Regime francês, quando subliteratos discutiam temas políticos filosóficos nos cafés. Mostra como o mundo boêmio a partir de então passou a se tornar um celeiro de artistas.

Palavras-chave


Poesia; Bar; Boemia

Texto completo:

PDF


Revista Santa Catarina em História - Florianópolis - UFSC - Brasil ISSN 1984-3968