As “Virgens Messiânicas”: participação e influência das “Virgens” Teodora e Maria Rosa no Contestado (1912-1916)

Natália Ferronatto

Resumo


O Movimento Social do Contestado principiou como um fenômeno religioso de exaltação milenar com características messiânicas, mantendo basicamente essas características místicas, até o final da guerra. Esse aspecto foi intensificado já que a principal liderança mística, o Monge José Maria foi morto logo primeiro combate, no faxinal do Irani, em outubro de 1912. Assim, a expectativa de seu retorno, além de provocar um novo agrupamento que inicialmente era restrito acabou por agregar diferentes segmentos sociais. É nesse conjunto que encontramos as “Virgens Messiânicas” como porta-vozes, transmissoras legitimadas da palavra do Monge e fortalecedores do vinculo entre o monge e os sertanejos. Elas representam a ligação do mundo mítico com o mundo dos caboclos. Este texto discute a participação e influência das “virgens” Teodora e Maria Rosa nesse contexto utilizando-se da bibliografia existente sobre o assunto.

Palavras-chave


Contestado; Messianismo; Mulheres; Poder

Texto completo:

PDF


Revista Santa Catarina em História - Florianópolis - UFSC - Brasil ISSN 1984-3968