A Revolução Federalista em Santa Catarina: uma análise através da ótica micro-histórica

Vitória Ferraz Lozado

Resumo


Este artigo busca discutir acerca do conflito armado entre federalistas e republicanos que se desenrolou no sul do Brasil alguns anos após a queda da monarquia. O objetivo principal deste estudo é dar destaque às experiências vivenciadas pela população da serra catarinense durante o período em que os revoltosos guerrilhavam em Santa Catarina. Para tal, foi realizada uma análise micro-histórica, em conjunto com uma perspectiva “vista de baixo”, de um processo crime que tramitou na comarca de Lages no ano de 1894, alguns meses depois da desocupação forçada dos federalistas da capital do Estado, a qual estava sob o poder dos revoltosos desde fins do ano anterior. 


Palavras-chave


Revolução Federalista; Crime; População civil

Texto completo:

PDF


Revista Santa Catarina em História - Florianópolis - UFSC - Brasil ISSN 1984-3968