MACHADO DE ASSIS: UMA (DES)LEITURA DAS FLORES

Rafael Rodrigo Ferreira

Resumo


Através de um mapeamento objetivo do pensamento e dos recursos estéticos de Machado, o estudo a ser apresentado aqui pretende, dentro do possível, levantar hipóteses interpretativas gerais que permeiam alguns comportamentos sociais. Dessa forma, tenciona-se colocar em pauta uma pequena parte das importantes questões que perfilam e configuram a produção artística e os posicionamentos intelectuais machadianos. Para tanto, será feita a comparação entre dois contos do autor: Flor anônima e Primas de Sapucaia!.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

uox-Rev., © 2013, UFSC, Florianópolis, Brasil, ISSN 2358-1514