A FILHA ENJEITADA DO GÊNIO: UMA “ALTERNATIVA PLATH” A THE LIVES OF ANIMALS

Guilherme Copati

Resumo


Em The lives of animals, a personagem Elizabeth Costello discute a frequente figuração de animais na obra de grandes nomes da literatura, tais como Jonathan Swift, Ranier Maria Rilke e, em especial, Ted Hughes. Quando consideramos que Costello é apresentada por J. M. Coetzee como uma escritora feminista, é de causar espanto que ela não tenha mencionado a presença também frequente de animais na escrita de mulheres. A partir dessa aparente contradição, apresento uma breve leitura ensaística do poema “Ariel”, de Sylvia Plath, como alternativa às observações de Costello sobre os animais e a literatura, destacando as implicações da temáticas da metamorfose da mulher em animal sob o viés de gênero.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.