Integração político-estratégica na América do Sul: A integração como centro de decisão

Renato Saraiva, Katiele Rezer Menger

Resumo


O presente trabalho trata dos eixos Econômico-Produtivo, de Infra-Estrutura, e de Segurança e Defesa como as três estruturas que condicionam a Integração Sul-Americana. Seu principal objetivo é apresentar a importância de ações coordenadas entre os três eixos para uma integração que de fato promova o desenvolvimento sócio-econômico do subcontinente. Secundariamente, busca-se desenvolver o modelo de integração político-estratégica de Padula nesses três eixos de integração. Para isso, parte-se do conceito de centros de decisão econômica de Furtado, como conceito-chave que estrutura a concepção de integração, e do conceito de complexos regionais de segurança de Buzan e Weaver, que estrutura o eixo de Segurança e Defesa. Assim, a partir da síntese dessas diferentes abordagens, compreende-se a integração regional como um processo de constituição de um centro de decisão que organiza a produção econômica, os setores de infra-estrutura, e a segurança e a defesa da região, baseado em uma doutrina militar e em capacidades militares próprias. Um terceiro objetivo deste trabalho é contribuir no debate sobre os possíveis rumos da Integração Regional em termos de modelos a serem adotados.

Palavras-Chave: América do Sul. Integração Regional. Integração Político-Estratégica. Centro de Decisão.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


REBELA - Revista Brasileira de Estudos Latino-Americanos
ISSN 2237-339X
Instituto de Estudos Latino-Americanos - IELA
Universidade Federal de Santa Catarina
Centro Socioeconômico - Primeiro andar - Bloco D 
Florianópolis SC
Telefone: + 55 48 37216483

e-mail:iela@contato.ufsc.br