Apontamentos sobre a cidade do Marechal: a denominação da capital catarinense no alvorecer republicano

Mateus Pinho Bernardes

Resumo


Este artigo aborda a polêmica sobre a denominação da capital catarinense emergente a partir do final da Ditadura Militar e reitera o caráter que seu processo de alteração abarcou. A denominação desta cidade não se limitou a simples homenagem ao Marechal Floriano Peixoto, nem tampouco unicamente a imputar à cidade o nome deste, mas integrou um programa maior de legitimação do novo regime. A falta de conhecimento histórico deste e de outros fatores alijou os grupos que polarizaram o debate a desenvolvê-lo de maneira mais elaborada. Não obstante, a população – mesmo que referenciada nesse embate – permaneceu à margem deste, sem saber o porquê do nome.

Palavras-chave


Florianópolis; República; Ideologia; Memória Coletiva

Texto completo:

PDF


Revista Santa Catarina em História - Florianópolis - UFSC - Brasil ISSN 1984-3968