MOBILIÁRIO INFANTIL ORIENTADO AO COMPORTAMENTO SUSTENTÁVEL E LIVRE DA CRIANÇA

Júlia Lopes Kano, Tomás Queiroz Ferreira Barata, Maria José Canêdo Sanglard

Resumo


A economia atual baseada no lucro e na produção somada à herança das Revoluções Industriais e a exploração exacerbada dos recursos naturais do período moderno, resultaram num grande acúmulo de descartes e poluição. Diante desse cenário, é de extrema importância incentivar a preocupação com o meio ambiente desde a infância por ser a base da construção do indivíduo. Por esse motivo, a faixa etária definida para o estudo é de 4 a 6 anos, fase em que a criança começa a se compreender como indivíduo e assimilar todos os novos conhecimentos. O mercado de mobiliário infantil vem crescendo e de acordo com os estudos de caso feitos dentro do setor se mostrou um ambiente propício para inovação e desenvolvimento do projeto. O presente trabalho possui como objetivo central desenvolver um mobiliário infantil para guardar que desperte a atenção e a curiosidade da criança acerca de questões ambientais, com foco na cocriação e na valorização da liberdade infantil. Projetar para crianças em fase de desenvolvimento focando na desmaterialização dentro de um mundo voltado para o consumo e incentivando uma relação de pertencimento e envolvimento com o mobiliário são os maiores desafios conceituais do projeto.


Palavras-chave


Design; Mobiliário Infantil; Sustentabilidade; Educação Ambiental; Cocriação

Texto completo:

PDF/A

Referências


ASSIS, Orly Z. M. de. A escola e a construção das estruturas da inteligência na criança. Rev. online Bibl. Prof. Joel Martins, Campinas, SP, v.2, n.1, out.2000.Disponível em: Acesso em: 17 abril 2018.

BRAUNGART, Michael; McDONOUGH, William. Cradle to cradle: criar e reciclar ilimitadamente. São Paulo: Editora G. Gili, 2013.

ERIKSON, Erik H. Identity and the Life Cycle. New York: InternationalUniversities Press, INC, 1959.

ESCOLA INFANTIL MONTESSORI. E-book Montessori em casa.

FONTENELE, Shirley Maria da Cunha; SILVA, Krícia de Sousa. A contribuição do método montessoriano ao processo de ensino-aprendizagem na educação infantil. Campina Grande, Realize Editora, 2012, p. 1-11. Disponível em: Acesso em 8 abril 2018.

GANDRA, Y. R. O pré-escolar de dois a seis anos de idade e o seu atendimento. Rev. Saúde públ., S. Paulo, 15(supl.) :3-8, 1981. Disponível em: Acesso em 15 abril 2018.

KAZAZIAN, Thierry. Haverá a idade das coisas leves: design e desenvolvimento sustentável. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2005.

Kyoto University 2010, “Participatory Design”, Field Informatics Research Group, Japão.

MALVEIRO, Ana Rita Almeida. As ilustrações do livro infantil como processo criativo participativo. Dissertação de Mestrado em Design de Comunicação. Faculdade de Arquitetura, Universidade de Lisboa, 2013.

MANZINI, Ezio; VEZZOLI, Carlo. O Desenvolvimento de Produtos Sustentáveis: Os requisitos ambientais dos produtos industriais. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2011.

McNEAL, James U. Los niños como consumidores de produtos sociales y comerciales. Washington: OrganizaciónPanamericana de laSalud, 2000. Disponível em: Acesso em: 7 abril 2018.

MIZUKAMI, M. G. N. Ensino as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986.

MORAES, Dijon de. Metaprojeto: o design do design. 5 ed. São Paulo: Blucher, 2010.

PAIM, Maria Cristina Chimelo. Desenvolvimento motor de crianças pré-escolares entre 5 e 6 anos.Lecturas: Educación Física y Deportes, Buenos Aires, ano 8, nº 58, 2003. Disponível em: Acesso em 14 abril 2018.

PANERO, Julius; ZELNIK, Martin. Dimensionamento humano para espaços interiores. Barcelona: Editora Gustavo Gili, 2002.

PIAGET, Jean. O juízo moral na criança. São Paulo: Summus, 1994.

RÖHRS, Hermann. Maria Montessori (Coleção educadores). Recife: Fundação Joaquim Nabuco/Editora Massangana, 2010. Disponível em: Acesso em 17 abril 2018.

ROUSSEAU, Jean-Jacques. Emílio ou da educação. 3 ed. Rio de Janeiro: Editora Bertrand Brasil S.A, 1995. Disponível em: Acesso em: 23 abril 2018.

SANDERS, Liz; SIMONS, George. A social vision for value co-creation in design. Open Source Business Resource, December 2009. Disponível em Acesso em: 25 maio 2018.

SOËTARD, Michel. Jean-Jacques Rousseau (Coleção educadores). Recife: Fundação Joaquim Nabuco/Editora Massangana, 2010. Disponível em: Acesso em 11 abril 2018.

TEREPINS, Fanny Michaan. Perfil do Mercado Infantil: Instrumento para a Elaboração de Estratégias de Marketing - Crianças na faixa de três a sete anos. São Paulo: EAESP/FGV, 1993. p. 189. (Dissertação de Mestrado). Disponível em: Acesso em: 7 abril 2018.

ZIEGLER, Sandra; CAVALCANTE, Cristhiane. Educação Ambiental e a Pedagogia Waldorf: contribuições para uma Cidadania Planetária a partir do estudo do processo pedagógico em escolas de João Pessoa-PB. 2016.Disponível em: Acesso em 23 abril 2018.




DOI: https://doi.org/10.29183/2447-3073.MIX2020.v6.n1.77-89

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Júlia Lopes Kano

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.