Doença arterial periférica e diabetes mellitus tipo 2: uma comparação entre a epidemiologia e o manejo brasileiro e austríaco

Catarina Kin Masukawa de Souza

Resumo


Breve revisão comparativa entre os protocolos brasileiro e austríaco para prevenção, diagnóstico e tratamento da doença arterial periférica no diabetes mellitus tipo 2.


Palavras-chave


Diabetes Mellitus; Diabetes Mellitus tipo 2; Doença Arterial Periférica; Protocolo

Texto completo:

PDF

Referências


Makdisse, M., Pereira, A. D. C., Brasil, D. P., et al. Prevalência e fatores de risco associados à doença arterial periférica no Projeto Corações do Brasil. Arq Bras Cardiol 2008; 91:402-14

Flor, L. S., & Campos, M. R. Prevalência de diabetes mellitus e fatores associados na população adulta brasileira: evidências de um inquérito de base populacional. Revista Brasileira de Epidemiologia 2017; 20, 16-29.

Sociedade Brasileira de Diabetes. Doença arterial obstrutiva periférica no paciente diabético: avaliação e conduta. Diretrizes SBD. 2015; 296 - 303.

Cosentino, F., Grant, P. J., Aboyans, et al. (2020). 2019 ESC guidelines on diabetes, pre-diabetes, and cardiovascular diseases developed in collaboration with the EASD: the task force for diabetes, pre-diabetes, and cardiovascular diseases of the European Society of cardiology (ESC) and the European association for the study of diabetes (EASD). Eur Heart J 2020; 41: 255-323.




DOI: https://doi.org/10.32963/bcmufsc.v6i1.3870

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Catarina Kin Masukawa

URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by/3.0/